Fone: 11 2362 5067
11 2362 5068
11 98859-7371
Certificado |
21 Anos

Alumínio já foi mais valioso que ouro, sabia?

O alumínio é um dos elementos mais presentes na natureza. Aplicado a quase todos os produtos utilizados em nosso dia a dia, ele foi, por muito tempo, algo raro de ser encontrado. Por isso mesmo, o alumínio já custou mais do que ouro. Quer saber como isso aconteceu?

Essa “valorização” se deve ao fato de que o alumínio não pode ser encontrado em sua forma metálica. Ele aparece principalmente como parte de um composto químico, como o alúmen de potássio. Na antiguidade, esse metal foi criado em laboratório, em 1825, por Hans Christian Oersted ao aquecer o cloreto de alumínio com amálgama de potássio.

 

 

Por que o alumínio custava tanto quanto o ouro?

 

Em 1855, pedaços de alumínio já trabalhados com mais precisão, foram colocados em uma exposição francesa organizada e pedido de Napoleão III, o imperador à época.

 

Logo depois desse evento, a demanda pelo alumínio cresceu intensamente. A elite começou a utilizar joias feitas desse material, principalmente broches. O imperador também comia com pratos e talheres de alumínio e os dividia apenas com convidados nobres, segundo conta a história.

 

 

Quando o valor do alumínio começou a baixar?

 

 

O prestígio do alumínio caiu a partir de 1886, quando se descobriu que era possível de se obter grandes quantidades do metal a partir da eletrólise. A descoberta, feita por Paul Lois Toussaint Héroult e Charles Martin Hall, fez com que o valor do alumínio caísse bastante.

 

Em poucos anos, o alumínio passou de metal mais caro do mundo para um dos mais econômicos. O que não retirou, porém, sua importância para a vida das pessoas e confecção de inúmeros produtos.

 

 

Adquira as melhores ligas de alumínio na Du Bronze

 

Trabalhamos com alumínio de altíssima qualidade. Por isso mesmo, somos o parceiro ideal para quem necessita de ligas de alumínio para as mais variadas aplicações.

 

Fale conosco e veja como trabalhamos!

12 de junho de 2019