Fone: 11 2362 5067
11 2362 5068
11 98859-7371
Certificado |
21 Anos

Entenda o surgimento e a função das ligas metálicas

A produção de ligas metálicas é algo difundido em todo o mundo. Isso porque metais puros não apresentam todas as características necessárias para serem aplicados à fabricação de produtos.

 

As ligas, obtidas com a mistura de dois ou mais metais ou de um metal com outra substância por meio de aquecimento, têm propriedades e aplicações específicas. Dessa forma, sua finalidade deriva dos metais utilizados, da estrutura do arranjo cristalino das ligas e da quantidade de cada metal.

 

A seguir, apresentamos as ligas mais comuns:

 

 

Aço

 

O aço deriva da mistura de 98,5% de ferro, 0,5 a 1,7% de carbono e traços de silício, enxofre e oxigênio.

 

Sua aplicação ocorre em peças metálicas que sofrem elevada tração, pois é mais resistente à tração do que o ferro puro.

 

Aço Inox

 

Formado por 74% de aço, 18% de cromo e 8% de níquel, o aço inox, por ser praticamente inoxidável, é usado em talheres, peças de carro, brocas, utensílios de cozinha e decoração.

 

Ouro 18 quilates

 

Essa liga é formada por 75% de ouro, 13% de prata e 12% de cobre. Na comparação com o ouro puro, é mais macio e pode ser facilmente riscado.

 

Outra vantagem é que a liga mantém as propriedades desejadas do ouro, tais como brilho, dureza e durabilidade.

 

Bronze

 

Formado por 67% de cobre e 33% de estanho, a principal propriedade do bronze é sua resistência ao desgaste. Por isso, é bastante utilizado para produzir sinos, medalhas, moedas e estátuas.

 

 

Latão

 

Essa mistura de 95 a 55% de cobre e 5 a 45% de zinco resulta em um material bastante flexível, utilizado para produzir instrumentos musicais de sopro, tais como trompete, flauta e saxofone.

 

Peças de máquinas, produção de tubos, armas e torneiras também podem ser confeccionados com essa liga.

 

 

Amálgama

 

 

Utilizada em obturações nos dentes, a amálgama é formada pela mistura de 70% de prata, 18% de estanho, 10% de cobre e 2% de mercúrio.

 

Bastante resistente à oxidação (corrosão) e bem maleável, a liga pode, inclusive, ser moldada no dente do paciente.

 

 

Liga wood

 

Formada por 50% de bismuto, 27% de chumbo,13% de estanho e 10% de cádmio, essa liga tem como característica principal a baixa temperatura de fusão (68º C).

 

Pode ser utilizada em fusíveis elétricos, sendo que, quando a intensidade da corrente elétrica é muito alta, a temperatura aumenta e o fusível se funde, interrompendo a passagem da corrente elétrica e impedindo que o equipamento elétrico seja queimado.

 

É bastante utilizada em resistências de chuveiros e de ferros elétricos.

 

Solda

 

Formada por 67% de chumbo e 33% de estanho, a solda é usada em contatos elétricos, já que possui baixo ponto de fusão.

 

 

Magnálio

 

Essa liga deriva da mistura de 90% de alumínio e 10% de magnésio. Por ser bastante leve, é usada em peças de aviões e de automóveis.

 

 

Precisa de ligas diversas e metais? Fale com a Duronze. Somos especializados nesse tipo de produto e temos vasta atuação nesse mercado. Certamente temos a solução e o material de que você necessita!

16 de setembro de 2019