Selo Selo

Saiba quais são as principais aplicações do cobre

O Brasil está entre os 15 principais produtores de cobre do planeta. Por aqui, o estado do Pará é responsável por cerca de 80% da produção de cobre, acompanhado por Bahia, Alagoas e Ceará, que respondem por porcentagens bem menores e que sofrem frequentes alterações. O volume atende às indústrias internas e também algumas empresas internacionais, principalmente do mercado chinês.

Uma das principais aplicações do cobre é na construção civil. Com o aquecimento do setor em vários lugares do mundo e também para suprir investimentos em eventos de grande porte como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, o cobre foi muito utilizado em tubulações e na indústria metalúrgica, responsável pela composição de estruturas urbanas.

O cobre é um material que se destaca pela resistência e versatilidade. A seguir, veremos as principais aplicações deste metal.

Principais aplicações do cobre

Tubulações: os tubos de cobre são muito resistentes para condução térmica e elétrica, sendo amplamente utilizados na construção civil e em aparelhos compressores, ar-condicionado, sistemas de refrigeração, instalações de gás e conexões elétricas.

Tubos de cobre sem costura: tubos feitos para descarga de água, tanques, interligações de água em alta temperatura, sistemas de proteção contra incêndio, equipamentos hidráulicos, entre outros.

Coletor de Energia Solar: os coletores de energia solar possuem superfície de cobre e tubulação térmica de cobre. O cobre escurecido é responsável pela maior captação de energia solar através de lâminas que absorvem o calor.

Indústria automobilística: a indústria automobilística é uma das maiores consumidoras de cobre do mundo. Nela, é comum encontrar cobre em componentes do motor, fios para condução elétrica, nos radiadores, nos sistemas de freio e também nos conjuntos de conectores. Calcula-se que apenas um veículo tenha mais de 1km de fios de cobre.

Indústria náutica: o cobre é amplamente utilizado na indústria náutica. Ele está em ligas que são usadas nos cascos de barcos e navios, hélices e outros equipamentos que precisam resistir à corrosão provocada pela água do mar.

Cobre e sustentabilidade

O cobre possui vantagens indiretas, muito importantes para as práticas de mercado da atualidade. O metal não libera gases tóxicos, mesmo em altas temperaturas.

Outro ponto positivo: é um material reciclável integralmente, ou seja, ele pode ser recuperado totalmente e colocado para circular novamente. Não há limites numéricos para sua reutilização, pois os procedimentos de reciclagem não comprometem suas propriedades.

Enquanto o cobre estiver bom, ele servirá para a fabricação de novos produtos. Veja um dado interessante sobre a sustentabilidade e o cobre: cerca de 30% deste metal são reciclados no mundo.

Tubulações de cobre

As tubulações de cobre, além de serem resistentes, tornaram-se sinônimo de investimento ecologicamente correto. Os novos empreendimentos, em todos os lugares do mundo, estão preferindo tubulações de cobre para condução de gás natural, por exemplo.

Unidos através de pontos de solda, os tubos não apresentam vazamentos, são resistentes à corrosão, duram cerca de 50 anos e não são microambientes propícios para a proliferação de bactérias. Estruturas de cobre estão sendo utilizadas amplamente em espaços públicos, como metrôs e hospitais pelo fato de não acumularem impurezas.

Gostou do artigo? Mais informações sobre as aplicações do cobre estão no site da Dubronze!

7 de março de 2018